Os designers dos cartazes da Copa

Cada prefeitura definiu quem ficou a frente da criação do poster que representará sua cidade no campeonato mundial de futebol

Cada uma das prefeituras das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014 definiu qual a melhor imagem para representar a sua cidade em cartazes que divulgarão as capitais brasileiras em todo mundo. A Copa da França, em 1998, foi a primeira a ter posters das sedes dos jogos, mas na época o Comitê Local que definiu o formato, convidando estudantes para desenvolverem os desenhos. Na última Copa, as cidades sede passaram a comandar esta iniciativa. A ideia é que os cartazes sejam mais que uma lembrança da competição, mas um adicional ao grupo de marcas do campeonato. Para definição final, todos os cartazes foram analisados pela Fifa, que levou em conta propriedade intelectual para aprovação.

A maioria dos posters foi desenvolvida por designers escolhidos pelas prefeituras locais. No caso do Rio de Janeiro, foi promovido um concurso nacional que definiu o artista que desenharia a imagem que representará a capital carioca. A competição contou com 59 inscritos e teve como vencedores os designers Julia Gostkorzewicz e Eduardo Leichner, da Modo Design e Informação.

O cartaz vencedor quer representar a essência do carioca e, segundo os jurados, ganhou porque expressa a energia do Rio, o jeito moleque e descompromissado de jogar futebol, com alegria, espontaneidade e arte. “As cores intensas em ondas sucessivas remetem à natureza exuberante e à paixão carioca pelo futebol. O pôster sugere, ainda, um diálogo com elementos marcantes da arte moderna brasileira. De leitura imediata e de fácil assimilação pelo grande público e pela comunidade internacional, o impacto gráfico do cartaz adequa-se bem às mídias urbanas e aos diversos suportes que serão utilizados na divulgação do evento”, informa o site da prefeitura do Rio de Janeiro. O concurso foi coordenado pela Empresa Olímpica Municipal e pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade e contou com a participação de profissionais e empresas da área de design. Os vencedores foram escolhidos com base nos seguintes critérios: criatividade, viabilidade técnica, conceito, originalidade da proposta, impacto visual e qualidade estética e clareza da comunicação.

Já em São Paulo o cartaz ficou a cargo do designer Romulo Castilho, que tem apenas 24 anos, e já havia sido responsável pela criação da marca turística da cidade de São Paulo. Para representar a capital paulista, ele apostou no conceito “Viva São Paulo, Viva o Futebol”.

A maioria das cidades buscou trazer um pouco de sua cultura nas imagens. Em Salvador, o poster traz o tradicional Elevador Lacerda como uma trave de futebol; já em Recife, o destaque do cartaz é a ligação entre o frevo e o futebol. Em Porto Alegre, a ideia foi mostrar a chegada da Copa na cidade. “As cores verde, amarela e vermelha representam o desenvolvimento das áreas tecnológica, cultural e econômica e o Gasômetro é o cartão postal de Porto Alegre”, explicou Maurício Pamplona, autor do cartaz, ao site da prefeitura da capital gaúcha.

Em Belo Horizonte, onde a designer Mariana Hardy criou a peça, o destaque principal do poster ficou com a Igreja São Francisco de Assis, que integra o conjunto da Pampulha. As imagens que decoram o exterior da Igreja se uniram em sobreposições formando os pentágonos da bola, informa a Prefeitura de Belo Horizonte. Todos os cartazes podem ser visualizados na página do Portal da Copa, no Facebook.

Fonte: M&M
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s