Produção da indústria gráfica recua 0,7%

Negócios do segundo semestre devem dar novo fôlego ao setor, que pode fechar o ano com crescimento de 2%

A produção da indústria gráfica recuou 0,7% nos primeiros seis meses de 2011, em relação ao mesmo período do ano anterior. Baseados na Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PF), do IBGE, os resultados mostram que a queda mais acentuada aconteceu no setor de embalagens impressas de plástico, cuja produção diminuiu 16,3%. Já a área de produtos gráficos editoriais cresceu 9,2%.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf), o desempenho negativo reflete o desaquecimento da atividade tipicamente registrado no primeiro semestre, em contraste ao segundo período do ano, quando o mercado acelera os seus negócios, puxado especialmente pelas áreas promocional e caderneira. De maio para junho desse ano, por exemplo, já houve uma recuperação, com aumento de 0,3% na produção. A entidade espera um crescimento de 2% em 2011.

Exportações
O déficit da balança comercial da indústria gráfica aumentou 234% nesses primeiro seis meses, alcançando o valor de US$ 103,6 milhões. As exportações brasileiras somaram US$ 130,04 milhões, um acréscimo de 0,4%, enquanto as importações totalizaram US$ 233,65 milhões, uma elevação de 45,5% em comparação ao primeiro semestre de 2010, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Fonte: M&M

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s