Marca sem essência não dá lucro

Caso da Talbots mostra o que acontece quando a marca não respeita a sua própria essência

Respeitar a essência da marca. Essa é uma regra intocável, que não deve ser nunca quebrada no marketing, especialmente na área de varejo. A Talbots, grife americana de roupas femininas, sabe bem quais são os percalços de uma estratégia que esquece de preservar essa norma. A marca tentou rejuvenescer a sua atuação, mesclando peças tradicionais com outras mais modernas, cheias de adornos, e acabou confundindo suas consumidoras fiéis, que foram comprar em outras lojas.

O resultado foi um prejuízo de US$ 763 milhões nos últimos quatro anos, impulsionado pelo fechamento de 10% de suas 568 lojas, queda de 41% das suas ações e recuo de 8% nas vendas do primeiro trimestre do ano, dando sequência à performance negativa de 14 dos 15 trimestres anteriores.

O caso da Talbots, publicado pela Bloomberg Businessweek e reproduzido na edição dessa segunda-feira, 20, pelo jornal Valor Econômico, ilustra a complexidade de um plano capaz de atrair novas faixas de consumidores sem perder os compradores fiéis de longa data. Mas a principal recomendação é unânime entre os especialistas. Preservar o DNA da marca é o ponto de partida para qualquer grife que quer ter uma imagem jovem e ainda lucrativa.

Fonte:M&M

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s