Concorrência aumenta bolo de pagamento online

PayPal chega ao País, MercadoPago lança nova versão e setor segue crescendo acima da média do e-commerce

Os bons ventos não param de soprar para os navegantes do comércio eletrônico brasileiro, que deve encerrar o ano com crescimento de 35%, atingindo um faturamento de R$ 14,3 bilhões, segundo o relatório WebShoppers, elaborado pela e-bit, com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). No primeiro semestre deste ano o incremento foi ainda maior, 40%, com faturamento de R$ 6,7 bilhões. Na esteira do momento auspicioso, o setor de pagamento online vive uma fase de expansão ainda maior.

Com o fornecimento de tecnologia para o pagamento seguro via cartão de crédito, boleto bancário ou transferência eletrônica, dentre outros formatos, e a garantia contra transações fraudulentas, as empresas de pagamento online têm viabilizado a entrada de pequenos lojistas e empreendedores no mundo do comércio eletrônico e, com isso, aumentado o bolo do mercado. Prova deste bom momento e do potencial ainda a explorar, é o inicio da operação brasileira da PayPal, gigante mundial do setor pertencente ao Grupo eBay.

Enquanto isso, concorrentes de peso como o MercadoPago, lançado pelo MercadoLivre (que tem o eBay como um dos acionistas) em janeiro de 2004, e o Pagamento Digital, comprado pelo BuscaPé em abril de 2008, seguem apresentando novidades para os consumidores e vendedores virtuais brasileiros. O MercadoPago, por exemplo, disponibilizou em julho sua versão 3.0, que agora atende clientes fora da base de usuários do MercadoLivre. Já o BuscaPé colocou no ar no mês de agosto o Shopping do Pagamento Digital, portal que reúne produtos de sites de venda que utilizam a tecnologia.

Novo player


A decisão da PayPal de entrar no Brasil foi tomada há dois anos. Depois de traduzir o site para o português em 2009, a empresa iniciou a operação física em maio deste ano, quando contratou Mário Mello para o posto de presidente. “O comércio eletrônico brasileiro é maduro. O mercado chegou a um nível que faz sentido a entrada da PayPal. A empresa tem como objetivo ser líder, como é nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Inglaterra. Não acredito que vamos atingir a meta no primeiro ano, mas estamos confiantes em atingir em três anos”, projeta Mello.

Antes mesmo de ter operação aqui, a PayPal já tinha dois milhões de clientes brasileiros ativos, que registraram movimentação financeira de US$ 200 milhões no ano passado. Já o faturamento da companhia globalmente no segundo trimestre de 2010 foi de US$ 810 milhões, 22% a mais em relação ao mesmo período no ano anterior. O faturamento da PayPal representa cerca de 37% do faturamento do Grupo eBay no mundo. Para crescer no País, a aposta da empresa é a oferta de segurança do sistema. “Nunca compartilhamos dados (bancários ou do cartão de crédito) com o vendedor. Como no Brasil o medo de comprar pela internet ainda é grande, achamos que a segurança é o grande apelo. Existem soluções próximas a PayPal, mas que não têm a mesma segurança”, comenta Mello.

“O MercadoPago foi pioneiro e essa pizza cresceu bastante. Está cada vez mais saborosa. Existe uma dúzia de concorrentes e é bom para a sociedade. Todos esse players fazem o mercado de comércio eletrônico crescer no Brasil”, aponta Marcelo Coelho, diretor do MercadoPago no Brasil, destacando que a empresa não compartilha informações financeiras nas transações. “Vemos a PayPal como um concorrente de peso e a sua chegada confirma que tomamos uma decisão acertada há três anos ao entrar nesse mercado. Eles vão trazer novos clientes e aumentar o tamanho do bolo”, analisa Denis Smetana Lopes, gerente geral de financial services do BuscaPé.

Demanda reprimida

As dificuldades de negociar individualmente com cada operadora de cartão de crédito e banco para tê-los como forma de pagamento e a complexidade para fazer a gestão de risco e de fraudes barrava a entrada de pequenas lojas e pessoas físicas no universo do comércio eletrônico. Mas agora com as empresas de pagamento online eles podem entrar no varejo virtual, o que tem ampliado o faturamento nas duas pontas. “Os pequenos lojistas estão vindo para o e-commerce. Às vezes são lojas de uma pessoa só, que lida com tudo e não tem escala para negociar com bancos e cartões. O Pagamento Digital leva todos os meios de pagamentos até eles”, conta Lopes.

Ainda segundo o gerente geral de financial services do BuscaPé, o objetivo do lançamento do Shopping do Pagamento Digital é facilitar a busca e compra dos consumidores, e auxiliar a divulgação das lojas virtuais que contam com o Pagamento Digital como a forma de pagamento. “Não queremos ser apenas um meio de pagamento. O grupo é forte no e-commerce e quer oferecer algo mais para vendedores e compradores”, afirma Lopes. O Pagamento Digital possui dois mil clientes e espera chegar em pouco tempo a casa dos 10 mil. O desempenho de julho de 2010 comparado com julho de 2009 foi de crescimento de 200% nos negócios.

O MercadoPago, por sua vez, mais que dobrou o volume de pagamentos no primeiro semestre deste ano levando-se em conta os seis mercados onde atua (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Venezuela). A empresa registrou US$ 272 milhões em transações, contra US$ 133 milhões no mesmo período do ano passado. “O que tem gerado esse crescimento é ter um produto que vai ao encontro das necessidades dos clientes. Eles vinham pedindo há muito tempo o lançamento do MercadoPago fora do MercadoLivre, e desde o lançamento eles vêem aderindo. Existe uma demanda reprimida e eles estão aderindo de forma espontânea, e muitos têm deixado a ferramenta como exclusiva”, pontua Coelho, ressaltando que 30% da receita do MercadoLivre é oriunda do MercadoPago.

Fonte: M&M

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s