Em planejamento, elas ganham mais do que eles

Resultado é de estudo internacional que aponta também que média salarial geral do Brasil está longe de Estados Unidos e Reino Unido

As mulheres ganham mais do que os homens nos setores de planejamento no Brasil. E isso vale para todos os cargos, de assistente de planejamento (R$ 26 mil por ano para elas contra R$ 23 mil para eles) a diretor de planejamento (R$ 247,5 mil x R$ 200,5 mil, respectivamente). Pelo menos é o que mostra a edição 2010 do The Planner Survey 2010, estudo realizado anualmente por HeatherLeFevre, que é diretora de planejamento da StrawberryFrog de Amsterdã.

Para Ulisses Zamboni, presidente do Grupo de Planejamento (GP) e sócio-diretor da Santa Clara, o setor já teve mais mulheres do que homens mas, hoje, considerando-se os novos profissionais, a conta está equilibrada. “Essas mulheres vieram do setor de pesquisa e viram um filão interessante no planejamento de publicidade. Com isso, temos hoje mais mulheres nos níveis gerenciais e de direção, o que acaba refletindo na média salarial maior”, afirma.

Mas a média somada entre homens e mulheres ainda fica devendo à dos outros países. Um planejador ganha um salário médio anual de R$ 49 mil aqui no Brasil, menos do que os US$ 57,5 mil dos Estados Unidos (contando todas as cidades pesquisadas) e as £ 37,5 mil somente da cidade de Londres.

Dentre os outros cargos, o assistente de planejamento recebe em média R$ 24,5 mil por ano no Brasil, contra US$ 43 mil nos EUA e £ 24,5 mil em Londres. Acima do planejador, está o planejador sênior, que recebe R$ 88 mil por ano no Brasil, US$ 100 mil nos EUA e £ 63,5 mil na capital inglesa.

Já na esfera de cargos executivos, o gerente de planejamento embolsa R$ 184 mil no Brasil, contra US$ 166,5 mil nos EUA e £ 88 mil em Londres. E o diretor de planejamento ganha R$ 215 mil aqui, contra US$ 193 mil nos EUA e £ 104 mil em Londres. A diferença entre o Brasil e os outros locais pesquisados vai diminuindo conforme aumenta o cargo, o que pode ser explicado pela escassez de lideranças aqui no País, especialmente no nível gerencial.

Na realidade, a distância real entre os países não é tão grande quanto mostram os números, por um motivo muito simples: “Temos de considerar que muitos brasileiros assinalam seu salário mensal no campo de salário anual. Inclusive vamos conversar com a Heather para que os próximos estudos sejam mais claros para os brasileiros, até com tradução”, afirmou Ken Fujioka, head de planejamento da JWT e ex-presidente do GP. Ao todo, 249 brasileiros responderam à pesquisa, um contingente menor somente do que o de norte-americanos, com 682.

Setores pequenos

O estudo mostrou ainda que o Brasil não tem nenhum setor de planejamento com mais de 20 profissionais, fato que é mais comum nos EUA e em Londres. Cerca de 11% dos participantes do estudo disseram trabalhar em setores com uma quantidade de pessoas maior do que duas dezenas. “O planejamento no Brasil ainda é muito superficial e as campanhas não têm posicionamento estratégico. Olha-se ainda muito mais para o brilho criativo do que para a origem desse brilho”, analisa Alexandre Gama, presidente e diretor geral de criação e planejamento da Neogama/BBH.
A rede à qual a Neogama pertence, aliás, foi a mais bem quista pelos profissionais de setor no mundo. A BBH foi apontada, ao lado da Wieden+Kennedy, por 15% dos entrevistados como a dona do departamento de planejamento mais destacado. Em seguida, vieram Crispin, Porter + Bogusky, (12%), Goodby, Silverstein & Partners (11%), JWT (7%), Fallon (4%), Anomaly (3%) e Ogilvy (2%).

Fonte: Felipe Turlão (matéria)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s